notícias

Notícias
27/04/2018

FESB oferece serviço ao produtor rural que pode  auxiliar no aumento da produtividade

Produtores rurais de Bragança e região passam a contar com mais dois novos serviços que podem auxiliá-los no aumento da produtividade. As novidades estão sendo oferecidas pela a FESB (Fundação de Ensino Superior de Bragança Paulista). Tratam-se de laboratórios totalmente equipados e estruturados para atender o homem do campo e oferecer análise clinica de plantas e solos, além de apoio técnico. Um dos laboratórios é o de fitopatologia e o outro de análise de solos e nutrição de plantas.

Os serviços foram criados sob a orientação do curso de Engenharia Agronômica, que tem como coordenadora a Profª. Dra. Cíntia Carla Avalhães Zancheta. O objetivo é oferecer ao estudante da graduação o contato com a prática e, ainda, poder prestar uma assessoria técnica ao homem do campo.

LABORATÓRIO DE FITOPATOLOGIA

Já em funcionamento, na FESB, desde o início do mês, o laboratório de fitopatologia oferece análise técnica para identificação de doenças de plantas. O espaço foi estruturado em parceria como o laboratório Atena, do município de Atibaia. A Profa. Dra Janaina Marque, responsável pelo serviço, explicou que a análise tem como propósito o reconhecimento do agente causador da doença, para posterior recomendação de manejo (medidas de tratamento e prevenção). O laboratório funciona as 3ª e 5ª feiras na FESB. Contato: 4035-7824/992184121/99595-4901(FESB Júnior).

LABORATÓRIO DE SOLOS E NUTRIÇÃO DE PLANTAS

Primeiro da região, o laboratório criado na FESB será, assim como o de fitopatologia, mais um aliado do homem do campo. Afinal, a análise de solo é um instrumento que pode auxiliar o produtor rural a aumentar a lucratividade da exploração agrícola ou florestal e a acompanhar as mudanças da fertilidade do solo.

Segundo Janaina Marque a análise funciona assim como um exame de sangue no ser humano. “Para todo implantação de cultura tem que haver o fornecimento de nutrição (adubo) a planta e com a análise é possível ter o conhecimento de qual nutrição correta deverá ser empregada”. A análise serve como prevenção para futuros problemas nutricionais que podem facilitar o aparecimento de pragas e doenças. Com a realização do exame pode-se chegar a aumentar a lucratividade, pois haverá um aumento da produção e da resistência da planta, diminuindo os gastos com agrotóxicos (inseticidas, herbicidas e fungicidas). Em conseqüência disso, haverá uma melhor qualidade de vida e menor impacto ambiental.

Sob a coordenação da professora Dra. Liliane Maria Romualdo, o laboratório de solos da FESB tem previsão de estar aberto ao público a partir do mês de agosto. O espaço está em fase de validação de metodologia, com a calibração dos equipamentos.

Galeria de imagens