notícias

Notícias
06/07/2017

Parceira da Medicina Veterinária da FESB e escola Luiz Alegretti introduz jovens no mundo da profissão

Ser médico veterinário. Um sonho de 40 jovens, que em busca do ideal já deram seus primeiros passos rumo a concretização.  Os futuros “doutores” - por enquanto alunos do programa de ensino integral da escola Professor Luiz Roberto Pinheiro Alegretti - depois de apontarem a profissão como sendo projeto de vida, definiram a medicina veterinária como foco da disciplina eletiva. Dai para frente, o caminho foi aberto, através de parceria com a FESB, que garantiu oportunidades para o aprender e o contato com a profissão.

Com a supervisão da coordenação e de professores do curso de medicina veterinária, todas as atividades, foram conduzidas pelos alunos dos grupos de estudos de Medicina Equina (GEEQUI), Animais Selvagens (GEA), Pequenos Animais (GEPA) e Animais de Produção (GEAP). Ao longo deste primeiro semestre foram feitas várias palestras na escola. Alguns dos temas abordados foram: “A Importância do Médico Veterinária na Produção Animal”, “Bem Estar Animal e Abandono”, “Raças e Pelagens de Cavalos”, “Manejo e Principais Problemas de Animais Selvagens”, “Produção Animal no Brasil”, “Castração de Animais”, “Esportes Equestres e a Importância do Veterinário na Preparação do Cavalo Atleta”, “Anatomia Animal e “Principais problemas dos equinos e o trabalho do veterinário da área. Mas o aprendizado não ficou só na teoria, teve muita prática e vivência, inclusive com visita técnica a FESB.

A coordenadora do curso de Medicina Veterinária, Profa. Dra. Ana Rita Moraes Nardi aprovou a experiência e disse que pretende criar outras oportunidades semelhantes. “Esta já é a segunda turma que recebemos. E as duas, com resultado bastante positivo”, ressaltou a coordenadora ao classificar a atividade como “uma via de mão dupla”. “Positiva para nossos acadêmicos que tiveram que se aprofundar nos assuntos para poder ensinar e também bastante interessante para os jovens que puderam perceber que, com vontade e garra, todo sonho é possível de ser concretizado”

Na sexta-feira (23 de junho), os alunos que participaram da eletiva, compartilharam com os colegas tudo o que aprenderam em exposição montada na própria escola, durante atividade de culminância dos projetos. Feliz com os resultados, Bruna Vieira Molon, professora responsável pela atividade no Alegretti, explicou que a eletiva busca abrir os horizontes dos alunos. “A carreira do médico veterinário no Brasil é promissora considerando que o agronegócio e o mercado de produtos para animais de companhia têm um peso importante para economia nacional. Também vale ressaltar a importância do médico veterinário para a conservação ambiental, pesquisa científica e aplicada, docência, promoção do bem-estar animal e da interação homem-animal”, acentuou ao afirmar que no segundo semestre, nova turma deve iniciar.

Galeria de imagens