notícias

Notícias
07/08/2018

Edição 2018/2019 do Programa de Iniciação Científica da FESB tem mais de 20 projetos aprovados  

Está comprovado. Produzimos mais conhecimento científico e tecnológico nos últimos 30 anos do que em toda a história pregressa da humanidade. Por isso, a FESB “antenada” nessa nova tendência segue focada no desenvolvimento e na promoção de estratégias de ensino que visem a formação de indivíduos que, além de consumidores, sejam também produtores de conhecimento dentro do universo da faculdade.

E entre essas estratégias da FESB está o programa  de iniciação científica (PIC). Para a edição 2018/2019, o “start” já foi dado. São 24 projetos aprovados, com temas variados, envolvendo áreas como meio ambiente, nutrição, agronomia, história, literatura, saúde animal e bem estar humano. Os contemplados estão disponíveis no Portal da FESB   (http://twixar.me/83d3).

PIC

De forma resumida, a iniciação científica é um instrumento de aprendizado adicional. É um programa de inserção do aluno de graduação em atividades de pesquisa científica visando à construção de interações com o ambiente científico, por meio do desenvolvimento de um projeto, sob a orientação de professor. O objetivo é capacitar o aluno a agir como um pesquisador ético e dotado de uma visão sistêmica, que inclua a discussão de questões sócio-econômico-ambientais, bem como do conhecimento do seu verdadeiro papel como agente transformador, inserido na realidade de tempo e espaço da sociedade em que vivemos. Os benefícios vão desde melhora no rendimento acadêmico, enriquecimento do currículo do estudante, até aumento de inserção no mercado de trabalho. A prática também possibilita a integração das atividades de ensino e pesquisa da faculdade e a formação de profissionais mais críticos e mais bem preparados para os desafios do mundo globalizado.

 

 

Galeria de imagens